Translate

quinta-feira, 31 de março de 2011

 Poucas pessoas pensam sobre o destino de suas almas na eternidade e existem até aqueles que não acreditam que possa haver uma salvação. Porém, desacreditar que haja salvação é tão insensato quanto negar a existência terrena de Jesus Cristo, nosso Salvador. Temos muitas evidências desse fato histórico, porém a prova mais viva de que Ele esteve neste mundo é que a sua doutrina permanece até hoje. E se é incontestável  que o Filho Deus se manifestou-se na forma humana, também é incontestável a missão dele: "Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido." S. Lucas 19.10. Ele  veio para salvar os perdidos, porque Deus não encontrou nenhum justo sobre a terra - "O SENHOR olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus. Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há sequer um." Salmos 14.2,3. Todos nós nascemos com a natureza pecaminosa de Adão (Gn 3.6-23), pois a bíblia diz que "... por um homem entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram." Rm 5.12. Por iss todos ficaram destituídos da comunhão e da glória de Deus a exemplo do próprio Adão que foi expulso do jardim do Éden (Gn 3.23-24) - "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" Rm 3.23. O pecado é a transgressão da vontade de Deus, em outras palavras é toda desobediência a Ele e a sua palavra. É o ato (obra) ou  conduta por meio de  pensamentos, palavras, sentimentos e omissões que trasngridem a vontade de Deus. Esse ato ou conduta, impede que homem tenha comunhão com Deus, pois produz uma separação entre ambos,  não permitindo que as orações dos que vivem nessa prática, sejam ouvidas, pois assim está escrito: ''Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça" Is 59.1,2. Todo e qualquer pecado gera a condenação e essa produz a morte  do pecador conforme diz Tiago: "Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte." O apósto Paulo também adverte a igreja em Roma quanto à recompensa dos que cometem pecado, afirmando que .."o salário do pecado é a morte"..Rm 6.23. Surge então a indagação: - Se todos somos pecadores, como podemos ser salvos ? Existe salvação ? Sim, porque Deus pode perfeitamente salvar os pecadores que se arrependem. É inegável  que todos nascemos com o estigma de Adão e estávamos debaixo do domínio do pecado, porém Deus "..olhou desde o alto do seu santuário, desde os céus o SENHOR contemplou a terra, para ouvir o gemido dos presos, para soltar os sentenciados à morte;" Salmos 102.19,20. Ele amou o mundo e elaborou um plano para a salvação do homem: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.." Jo 3.16. No plano da salvação Deus determinou que seu Filho, Jesus Cristo que é Deus e existia  na eternidade, como ele mesmo declarou  "..Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou." Jo 8.58, viesse ao mundo sob a forma humana, porém sem pecado, para receber a condenação de todos os pecadores, ser sacrificado pela humanidade e com seu sangue expiar os pecados do mundo : " Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação".Hebreus 9:28 . O Filho de Deus concluiu o plano da salvação  quando na cruz exclamou:"...Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito." Jo 19.30. Ao dizer estas plavras, Ele deixou claro que o sacrifício foi feito e que o caminho para a reconciliação do pecador com Deus estava aberto: "Mas este, havendo oferecido para sempre um único sacrifício pelos pecados, está assentado à destra de Deus. Porque com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados." Hb 10.12,14. Deus fez a sua parte para salvar a humanidade dos seus pecados, mas como um contrato que se celebra entre duas partes e ambas têm obrigações a cumprir, no plano da salvação, o pecador também precisa fazer a sua parte. Para ser salvo, o homem precisa receber Jesus - "Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;" Jo 1.12, crêr nEle - "Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado." Mc 16.16, confessar - " ...Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.", e permanecer - "Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo." Mt 24.13.  Entretanto, devemos atentar que permanecer nEle signinifica viver como Ele - "Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou." I Jo 2.6 e isso implica em uma vida nova  separada do pecado - "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." II Co 5.17. Em suma, o homem que crê em Jesus Cristo, aceita o seu sacrifício, concorda com o plano de Deus para a salvação da humanidade, obedece a palavra de Deus, separa-se do pecado, e persevera nisso é salvo de toda a condenação - "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus,  que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito". Rm 8.1. Como o próprio Senhor disse: "Eu sou a porta;
se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens." Jo 10.9


Seguidores