Translate

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Quando nos encontramos cercados pelas dificuldades, emerge em nosso ser uma grande interrogação:
- O que eu vou fazer agora ?
Nem sempre conseguimos responder a esta questão, porém  às vêzes somos auxiliados por outras pessoas para encontrar a solução. Mas na bíblia temos alguma resposta ?
 
Sim, temos o exemplo daqueles que enfrentaram grandes  provações e triunfaram sobre elas. Olhemos para o exemplo de Jó. Depois de ter perdido  as suas riquezas  (bois, jumentas, camelos, ovelhas), seus servos, seus filhos e até a própria saúde ele ouviu sua mulher  lhe dizer "Ainda reténs a tua sinceridade? Amaldiçoa a Deus, e morre" - Jó 2:9. 
    Tudo isso não abalou a fidelidade deste homem de Deus, ele manteve a sua fé e acreditou que o Senhor iria socorrê-lo (Jó 19:25).


Ele venceu a provação e recebeu tudo em dobro porque permaneceu fiel, crendo em Deus.
 "E o SENHOR virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o SENHOR acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía. Então vieram a ele todos os seus irmãos, e todas as suas irmãs, e todos quantos dantes o conheceram, e comeram com ele pão em sua casa, e se condoeram dele, e o consolaram acerca de todo o mal que o SENHOR lhe havia enviado; e cada um deles lhe deu uma peça de dinheiro, e um pendente de ouro. E assim abençoou o SENHOR o último estado de Jó, mais do que o primeiro; pois teve catorze mil ovelhas, e seis mil camelos, e mil juntas de bois, e mil jumentas. Também teve sete filhos e três filhas - Jó 42:10-13."  Este é o primeiro segredo: ser fiel e confiar em Deus (manter a fé). 
 
 Temos outros exemplos de pessoas que sobreviveram em tempos difíceis em que a morte era quase certa. Nos dias de Elias, quando Deus cerrou os céus, pelas palavras da sua  profecia, este homem Deus viveu algum tempo bebendo da água do ribeiro de Querite e pela manhã e  tarde comia pão e carne que os corvos lhe traziam. Porém quando as águas do ribeiro se secaram, o Senhor lhe ordenou que fosse a uma cidade chamada Sarepta.
 
 Ao chegar ali encontrou uma viúva apanhando lenha. Ele a chamou e lhe pediu água para beber. Quando ela trouxe ele lhe pediu também um bocado de pão. A viúva lhe respondeu:"Vive o SENHOR teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e vês aqui apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos, e morramos - 1 Reis 17:12." Mas o profeta insistiu: "Não temas; vai, faze conforme à tua palavra; porém faze dele primeiro para mim um bolo pequeno, e traze-mo aqui; depois farás para ti e para teu filho. Porque assim diz o SENHOR Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará até ao dia em que o SENHOR dê chuva sobre a terra.E ela foi e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias -1 Reis 17:13-15."  
 Esta mulher e o seu filho sobreviveram milagrosamente em um tempo de escassez, fome e sequidão por um motivo: deu ouvidos à voz de Deus. Encontramos nessa história o segundo segredo para vencer em tempos difíceis - obedecer à Palavra de Deus.

Às vezes a vitória sobre ao maus dias e os tempos difíceis é conquistada antes mesmo que eles cheguem. Mas mesmo assim ela é construída sobre o alicerce da fidelidade e da obediência à Palavra de Deus. 
E neste caso há mais um segredo: Economizar, ou seja, nunca gastar tudo. Ter sempre uma reserva para o futuro. Aqueles gastam muito, não estão preparados para vencer os tempos de crise. E o melhor exemplo é o do filho pródigo (Lucas 15:11-32) que  pediu ao seu  pai a parte da fazenda que lhe pertencia e depois de alguns dias foi para uma terra distante. Longe do pai, este moço viveu esbanjando toda a fortuna que recebera. Gastou tudo e como havia uma grande fome naquela terra começou a padecer necessidades.  Foi apascentar porcos, começou sofrer e a passar fome. 


  Diante dessas dificuldades sua única alternativa foi voltar para a casa do pai, porque não podia vencer a provação daqueles dias difíceis.  
 Porém se não tivesse gastado tudo, ao contrário tivesse economizado, reservado recursos para os dias maus, venceria aquela provação.Não precisaria voltar humilhado para a casa do pai. E se um dia voltasse, voltaria bem sucedido, com seus bens e com a certeza que sobreviveu  aos dias mais difíceis de sua vida.
 

 Qualquer que seja o momento que estejamos vivendo agora, dias bons ou dias maus, devemos nos lembrar de que para vencer é preciso ser fiel a Deus, confiar nele, ter fé, obedecer à sua Palavra, não viver desperdiçando tudo,  ou seja,  saber viver administrando salário, bens  ou recursos da melhor forma possível e  não se esquecer de economizar um pouco para o futuro. 



.



Seguidores